Turistas que invadiram área sagrada são proibidos de entrar no Peru

Eles entraram em área restrita do Parque de Machu Picchu

Pelos próximos 15 anos os seis turistas detidos por terem entrado ilegalmente numa área restrita do Parque Arqueológico Nacional de Machu Picchu, o Templo do Sol, estão proibidos de entrarem no Peru.

Lá, de acordo com autoridades peruanas, os turistas defecaram e depredaram o patrimônio. Os seis turistas foram levados para a fronteira do Peru e da Bolívia. Apenas o argentino Nahuel Gómez, de 28 anos, não foi deportado com os demais. No caso dele, o tribunal de Machu Picchu ordenou o pagamento de uma fiança no valor de 3 mil soles (cerca de R$ 3.772,20).

Leia mais: