PM, GM e Polícia Civil realizam trabalho conjunto em busca de assassinos de soldado Bruno Prado

Oficial de 32 anos foi morto na zona norte de Londrina

O comandante da 4ª Cia da Polícia Militar, major Marcos Tordoro, informou que oficiais da corporação trabalham em conjunto com o 5° BPM, Guarda Municipal e Polícia Civil em busca dos assassinos do soldado Bruno Felipe Monteiro do Prado, de 32 anos. O crime foi cometido na noite de segunda-feira (14), na rodovia Carlos João Strass, próximo da rotatória do Lago Cabrinha, na zona norte de Londrina. O soldado foi assassinado com pelo menos 13 tiros pelas costas, enquanto seguia, em uma moto, na direção ao centro de Londrina. Cápsulas de pistola calibres 380 e ponto 40 foram encontradas na rodovia. Os assassinos estariam em uma carro e em uma camionete, que, posteriormentr, foi localizada em chamas no Flores do Campo, na mesma região da cidade. 

O major Tordoro informou que a Polícia Militar está em busca de informações quanto ao assassinato, mas que os demais atendimentos prosseguem normalmente. Confira a íntegra da nota divulgada pela 4ª Cia:

"A 4° CIPM está trabalhando em conjunto com o 5° BPM, Guarda Municipal e Polícia Civil para prender os criminosos.

Este é um trabalho essencialmente de inteligência, que será desenvolvido pelo sistema de informações destes órgãos para identificação, localização e prisões dos envolvidos.

Paralelamente às buscas das informações, está sendo realizado o trabalho normal de atendimento de ocorrências e patrulhamento, com a saturação e concentração de viaturas ostensivas nos bairros.

Contamos com a ajuda de todos, cidadãos de bem e policiais militares da ativa e veteranos. As informações podem ser encaminhadas via 181 (Disk Denúncia)".

Leia mais