Paraná pode ganhar nova rota de turismo religioso aliado ao meio ambiente

Capela Divino Espírito Santo, em Londrina, está entre os destinos mais importantes

A região Noroeste do Paraná pode ganhar uma nova rota de turismo religioso, aliado ao turismo rural e de natureza. O Projeto Caminho dos Santuários foi apresentado ao secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Márcio Nunes, pelo bispo de Umuarama, Dom Frei João Mamede Filho. 

De acordo com o projeto, a partir de um traçado já definido, a proposta é implantar uma rota regional, aumentando o fluxo de peregrinos (pedestres e ciclistas) nas localidades por onde a trilha passa, incentivando o crescimento da economia local e promovendo o desenvolvimento humano dos envolvidos.

O Caminho dos Santuários surgiu em 2019, idealizado pelo grupo Amigos que Correm. O trajeto total soma 65 quilômetros, e passa por várias paróquias, em diferentes cidades. Capela Divino Espírito Santo, em Londrina, está entre os destinos tombados mais importantes. 

De acordo com um levantamento do Sebrae-PR, em parceria com a Paraná Turismo, em 2020, o turismo religioso foi o terceiro segmento com maior número de atrativos - 299 - no Estado.