Município vai ampliar medidas de contingência em asilos após idoso morrer por Covid-19

Assunto foi abordado em coletiva de imprensa

O prefeito Marcelo Belinati, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (22), destacou que um idoso, que faleceu em virtude das complicações da Covid-19, era morador de uma instituição de longa permanência, os populares asilos. Três instituições são vinculadas à Prefeitura de Londrina para o atendimento à população idosa. Todos os funcionários e moradores destas instuições serão testados para Covid-19.  

De acordo com o Município, todos os internos foram vacinados contra a gripe e protocolos de segurança contra a doença também foram implementados. A Vigilância Sanitária vai, de acordo com o secretário de Saúde, Felippe Machado, intensificar o monitoramento destes locais. A ação da Prefeitura tem a finalidade de impedir que haja uma disseminação da doença entre os idosos que moram em asilos.