Ministério vai reavaliar critério de distribuição de vacinas ao Paraná

"Tem que ter uma explicação lógica”, disse Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) disse que espera a reavaliação do Ministério da Saúde na distribuição das cotas de vacinas contra o coronavírus entre os estados. A defasagem foi admitida pelo ministro Marcelo Queiroga, em Brasília, com o governador Ratinho Junior. Romanelli tem alertado, desde as primeiras remessas, que o Paraná vem sendo prejudicado na divisão das vacinas, recebendo uma quantidade menor de doses em relação a outros Estados que possuem populações semelhantes ou até menores. 

O ministro disse a Ratinho Junior que as informações utilizadas pelo Ministério, em relação aos grupos prioritários, foram extraídas do censo de 2010, o que, segundo Queiroga, gera um descompasso com os dados atuais.

Para se ter uma ideia, capitais como Fortaleza, Salvador e Campo Grande já estão na faixa etária de 62 anos e nós aqui estamos travados nos 67 anos. "Tem que ter uma explicação lógica”, disse Romanelli. O ministro se comprometeu a reavaliar os dados para possivelmente incorporar, nos próximos lotes, doses que compensem essa defasagem.