Guerra entre facções deixa uma pessoa morta em Maringá

Um ex-presidiário foi assassinado a tiros

Nesta segunda-feira (12), um homem foi executado no Jardim Paranavaí, em Maringá. A vítima, identificada como Jefferson Bussolin Marques, de 32 anos, conhecido como "Jeje", era ex-presidiário e foi morto com cinco tiros.

Antes de ter sido atingido pelos tiros, Jefferson foi atropelado pelo assassino, que dirigia um veículo HB20 clonado, com placas falsas. A vítima transitava na via em uma motocicleta, que foi atingida pelo carro propositalmente.

Motociclista é morto a tiros em Maringá  

Após a queda, Jefferson se levanta e vai até o carro conversar com os dois ocupantes. É aí que o passageiro do veículo sai do carro e se volta na direção da vítima com uma arma em punho. Jefferson tentou fugir do criminoso, mas foi alcançado por ele no meio da avenida, onde foi executado. Após os tiros, o motorista do carro deixa o veículo e desaparece. O autor dos disparos foge usando a motocicleta da vítima.

Em um levantamento, a Polícia Civil (PC) descobriu que Jefferson era ex-presidiário e ainda era investigado pelas autoridades policiais, pois era suspeito de ter relação com alguns homicídios. A PC investiga a relação do assassinato com a guerra do tráfico de drogas.

Jornalismo Paiquerê FM News