Governo deve contratar médicos legistas para o IML

Três profissionais devem ser admitidos ainda em 2019

Desde a inauguração do novo prédio, em março do ano passado, o IML (Instituto-Médico Legal) de Londrina sofre com a falta de profissionais. A previsão, segundo o Governo do Estado, é de que três médicos legistas sejam contratados ainda em 2019.

A falta de profissionais atrasa e compromete a realização de exames. Atualmente, o IML de Londrina conta com apenas seis médicos legistas, dois estão afastados das funções. Os exames de necropsia são realizados até às 20h. Se as contratações se efetivarem, os atendimentos serão ampliados.

Jornalismo Paiquerê FM News