Empresa contratada para oferecer horas médicas ao PAI é notificada pela Prefeitura

Das cerca de 1920 horas contratadas, só estariam sendo oferecidas 40 até o momento

A Prefeitura de Londrina notificou a empresa contratada para fornecer horas médicas ao PAI (Pronto Atendimento Infantil) do município. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, das cerca de 1920 horas acordadas (o que equivale a 20 profissionais trabalhando), apenas 40 estão sendo oferecidas até o momento. 

“Notificamos a empresa para que ela possa cumprir aquilo que colocamos como escala ideal. Ela precisa se organizar o mais rápido possível para cumprir o que está contratualmente dito. Paralelamente a isso, estamos também fazendo conversas com os demais serviços de saúde do município para que eles também possam reestruturar suas escalas para evitar essa sobrecarga no Pronto Atendimento Infantil”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado. 

O contrato com a empresa responsável pelas horas médicas oferecidas ao PAI começou a valer nesta última terça-feira (10) e tem duração de seis meses. O objetivo dessa contratação foi solucionar a superlotação na unidade, que é responsável pelo atendimento médico infantil especializado no município.