Deputados estaduais debatem privatização da Petrobras

Audiência pública pretende analisar as consequências para o Paraná

Na próxima segunda-feira (11), às 09h, a Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) vai realizar uma audiência pública com o tema “As Consequências da saída da Petrobras no estado do Paraná”. A proposição é do deputado Requião Filho (MDB) e deve reunir especialistas, petroleiros e representantes sindicais. 

“Aqui no Paraná nós temos o xisto em São Mateus do Sul e a Repar em Araucária. São empresas responsáveis por grande parte da arrecadação e dos empregos destas cidades e a privatização destas duas frentes da Petrobras é muito ruim para o Estado”, avaliou o deputado.

Requião Filho aponta que outros estados devem ser mais atingidos pela eventual privatização da petrolífera. “O debate é importante e necessário, porque vamos trazer petroleiros e especialistas para mostrar aos colegas deputados os impactos que isso irá gerar ao Paraná”, disse.

O deputado indica que a privatização da companhia é uma decisão na contramão de outros países, que têm procurado fortalecer a sua atuação na área energética. 

“É um crime contra o Brasil. A energia produzida pela Petrobras é a sétima maior do mundo e é vital para nossa economia e para segurança. E aqui no Paraná isso representaria numa série de consequências desastrosas, inclusive com demissões em massa. Dificilmente você verá algum outro lugar do mundo adotando uma política autodestrutiva desta maneira”, apontou.

Leia mais

Com informações da Alep*