COESP não autoriza a reabertura de academias em Londrina

Categoria considera a possibilidade de recorrer na Justiça

Diante da negativa do Coesp (Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública) em autorizar a reabertura das academias em Londrina, as lideranças do setor já consideram a possibilidade de recorrer na Justiça. As academias estão com as atividades suspensas há mais de 60 dias. 

Um plano de contingenciamento foi apresentado aos especialistas que analisam a realidade do coronavírus em Londrina. O documento foi analisado, alterações chegaram a ser solicitadas, mas a permissão para a reabertura não veio. Entre as modificações indicadas pelos donos de academia, estavam a utilização de 50% dos aparelhos, tempo de treinos estipulado para cada aluno e higienização frequente das academias. O objetivo era a implementação de treinos em turnos de 45 minutos, com uma ampla higienização para o ingresso de outras pessoas. A categoria espera um posicionamento formal da Prefeitura de Londrina. 

Leia mais